15 de ago de 2008

A Casa do Espanto, capítulo 1000, parte T.


As explicações da Governadora e seu advogado foram tão convincentes, mas tãoooooooooooooo convincentes, que o procurador-geral do Ministério Público de Contas, Geraldo da Camino, pediu a ampliação das investigações sobre a compra da casa.

Isto que o advogado de Yeda, Paulo Olimpio Gomes de Souza, disse que rapidamente a papelada ia iriam ser apresentadas pois já haviam sido entregues ao TRE, por ocasião do processo eleitoral.

Se há algo de podre há no reino da Dinamarca, não sei; mas com a casa do espanto, não resta a menor dúvida! Comenta-se que, hoje, Yeda sentiuse mal...Yeda está mal na foto!

Pergunta que não quer calar: - onde anda a capacidade do TRE e do Tribunal de Contas, que deveriam ter avaliado sériamente estas informações?

Leia mais em:
RSURGENTE e Diário Gauche.

Nenhum comentário: