29 de jul de 2008

Berlusconi



"No Brasil, personagens como Dantas hoje estão na sarjeta e amanhã são colocados em um pedestal." Carlo Buora Ex-vice-presidente da Telecom Italia. Correio do Povo-26/06/2008

O penúltimo país do mundo a dar lições de moral no Brasil é justamente a Itália.

A frase pode ser reescrita:

Na Itália, personagens como Berlusconi hoje estão na sarjeta e amanhã são colocados em um pedestal, como Primeiro Ministro."

Ambos deveriam estar atrás das grades!

Eu, segundo a lente de J.A.!



28 de jul de 2008

Sobre a propaganda dos Cobertores Parahyba...



Caro anônimo...
Se não me equivoco, aquela propaganda passava por volta de 1963 ou 1964. Já li que era em 1962, como a da Casas Pernambucanas acima!

===============

Caro Anônimo...
Parahyba, realmente tem um h; o nome preserva a origem indígena. Quando não se tem o que comentar, se desvia o discurso para problemas ortográficos, assim como faz essa gentalha quanto ao Lula, ou se quer diminuir alguém.
Tenho uma infinidade de ressalvas quanto ao Governo Lula, e uma montanha de concordâncias. Lula é um cara de tanta sorte, que o Dólar está abaixo do R$1,60. Lula pode se perder nas letras, mas não no "foco".
O mesmo não posso dizer do poliglota FHC!

Fotografia como contraponto à excrescência que é o desgoverno de Yeda Crusius!

Deixando de lado um pouco a horda de canalhas que tomou de assalto o Piratini, para os que gostam de fotografia, há um ensaio sobre Parque da Redenção onde em todas as fotos aparece água, mas há uma em que aparece um bípede da espécie Homo Sapiens*! Procure e siga a pista!

As fotografias são de Walter Karwatzki. Veja o ensaio aqui!

======================
Aqui ao sul do Mampituba, trabalhamos em comprovar que a Segurança Pública é administrada por Homo Sapiens não bípedes. Verdadeiros quadrúpedes!

27 de jul de 2008

Casa do Espanto em festa.

Alvorada Festiva
O comandante-geral da Brigada Militar (BM), coronel Paulo Roberto Mendes, organizou homenagem da corporação à governadora Yeda Crusius por seu aniversário de 64 anos. Neste sábado, pouco antes das 8h, a governadora foi acordada, em frente à sua residência, por integrantes da BM. Além do famoso “Toque da Alvorada”, constava no repertório escolhido a música “Amigos para Sempre”. Correio do Povo -27/07/2008

=====================


Bem, não se sabe se a “Alvorada Festiva” foi realmente uma alvorada festiva ou uma gozação. É bom lembrar que “Amigos para Sempre” foi a musica tema na formatura de Lair Ferstnmo no exato momento em que este recebia o diploma de Bacharel em Direito.


Agora se foi “festiva” o Coronel Mendes é um grande puxa-saco e esqueceu de convidar o Lair Ferst.

Como contraponto às festividades natalicias da governadora, o estado segue uma “Marcha Fúnebre”, rumo ao buraco!

22 de jul de 2008

Políbio, o aloprado!





É um erro do governo gaúcho amarrar a decisão sobre a licitação que vai escolher as agências que atenderão as suas contas. . São R$ 90 milhões por ano que estão em jogo. 18 agências estão petrificadas, sem saber o que fazer e sem ajudar o governo a governar. O governo passou a usar a agenda imposta pela CPI do Detran. São poucos os secretários que cumprem agenda própria. A posição é equivocada.. A falta de um comando único e centralizado para a área de comunicação social do Piratini determina as vacilações. Sem ele, ações espasmódicas representam apenas desperdício de verbas e resultados sem sentido. A cara campanha de lançamento dos programas estruturantes foi prova disto."

================

Confira, abaixo, a divisão das secretarias e órgãos de governo para cada uma das seis agências escolhidas:


DCS - Banrisul, Banrisul Serviços, Banrisul Corretora de Valores, SECOM.

SLM, Banrisul, Banrisul Consórcios, Banrisul Armazéns Gerais

Nova Centro - SECOMS, sec. Infra-estrutura, Sec. Obras, CEEE, CRM, Sulgás, SPH, SUPRG, DAER. Metroplan, Sec. Ciência Tecnologia, CIENTEC

Agência Matriz - SECOMS, ec. Meio Ambiente, FEPAM, Sec. Irrigação, Sec. Justiça, FADERS, FGTAS, FASE, Sec. da Saúde, Agricultura, FUNDOVITIS, IRGA, FEPAGRO, CESA, CEASA, Fund. Zoobotânica.

Martins + Andrade - SECOM, Caixa Estadual, SEDAI, Sec. Fazenda, CADIP, PROCERGS, Sec. Habitação, CORSAN, Sec. Planejamento, AGERGS, CORAG, Sec. Administração e Recursos Humanos, IPERGS.

Escala - SECOM, Sec. Segurança, Sec. Cultura, TVE, Sec. Educação, FAPERGS, UERGS, Liberato Salzano da Cunha, DETRAN, Sec. Relações Institucionais, Sec. Turismo, FUNDERGS.

=====================

As informações acima estão no portal do Políbio Praga, digo, Braga. Depois de um daqueles órgãos pagar um "banner" em um portal de um descomunicador, fica difícil acreditar em tudo o que ali está escrito.


As agências de propaganda ajudando o governo a governar é, no mínimo, um caso de polícia!


É bom lembrar que a operação RODIN, estourou uma quadrilha que roubava dinheiro de candidatos a carteira de motorista e utilizave em benefício pessoal de alguns e político de outros. Quanto custava um "banner" patrocinado pelo DETRAN?

Cor e cara de inverno!


A Casa da Luz Vermelha!

A Governadora Yeda Crusius, a honesta, lançou uma carta compromisso em 'defesa da ética', só após ser descoberto que antes da Operação Rodin, a ética só valia para o quintal do visinho. No Piratini e sob o teto de partidos aliados, a putaria era generalizada!


Yeda eleita transformou-se em gerente de bordel e essa carta é mais uma empulhação para a manutenção de partidos mamando nas tetas das verbas públicas para a manutenção de seus currais eleitorais.


O que lamentamos é a incapacidade dos órgãos fiscalizadores em fiscalizar, e não jogar a sujeira para baixo do tapete, e dos eleitores em avaliar e eliminar os envolvidos com essa "crise ética".

Neste sentido, nota zero ao Tribunal de Contas, onde sobre seu Presidente, recaem dúvidas sobre um comportamento meio leniente, para não dizer outra coisa. E nota zero aos eleitores deste estado.

Inegável, também, que jornalistas silenciaram. Quanto custará para um jornalista, fazer de conta que acredita nas intenções de honestidade da Governadora?


A verba já está anunciada. A verba do RS para publicidade é 94 milhões de reais. Este é o cala-boca de Yeda. Há jornalistas, publicitários e comunicadores alucinados em botar a mão nesta bufunfa! Com este dinheiro eles dirão qualquer coisa, até que Yeda é proba, equilibrada e não ganhou a casa do espanto como as pedras comentam desde o final de 2006.


Vamos ver a enrolação das informações que Yeda deverá dar ao Tribunal de Contas.
Quanto mais eu converso com pessoas que conhecem sobre o assunto, fico mais de cabelo em pé.

21 de jul de 2008

Há mais de 45 anos ...

Quando passava esta propaganda, era hora das crianças irem para a cama. Se não estou enganado, 21h00min! Os tempos, definitivamente, mudaram.

17 de jul de 2008

RBS mostra uma árvore que não para em pé.

ZH-13/07/2008



Faltam-lhe as raízes e mais galhos: PMDB e PSDB.

Se há um órgão em que a população voltou a acreditar, este é a Polícia Federal. Estávamos, já, desanimados. Eis que a PF desencadeia prisões, amparadas por investigações intensas e autorização do MP Federal.

“Figurões” algemados e presos melhoraram nossa auto-estima e passamos a acreditar que o crime não compensa. E prendem o famigerado Daniel Dantas. Daniel Dantas iniciou sua influência via Toninho Malvadeza. Fabricando sacolas de plástico e como sócio em posto de gasolina. No governo FHC enraizou influencias, inclusive participando em jantares exclusivos com FHC. Em 2002, um dia após jantar com FHC, houve a troca da direção de um fundo previdenciário PREVI, e dar andamento aos seus interesses "comunicativos".

Há uma batalha subterrânea pelo poder e controle de políticos. Do DEM e PDSB já se sabia. E há uma parte importante do PT, o chamado PTdoD, com ligações perigosas com Dantas.
Em fim, deveriam formar o partido PdoDD.

Assiste-se, agora uma batalha onde não poderia haver, na Policia Federal. Apesar dos desmentidos, pegou mal.

Já o PIG (Partido da Imprensa Golpista), nunca iria colocar uma tênue raiz ou uma mera folha com etiqueta do partido do Sr. Aécio Neves. Zero Hora conseguiu plantar uma árvore sem raízes, na página 8- Política do dia 13 de Julho.

Honestamente, nã sei como Carolina Bahia, Fábio Shaffner e Robson Bonin conseguiram produzir aquela reportagem sem que apareça Fernando Henrique Cardoso e a privataria, onde Dantas levou uma beirada. E a RBS também.

Deveriam ter verginha!

Revista Porém com dossiê sobre a RBS




Nota quando do lançamento da revista com "dossiê" sobre o Grupo RBS, em 01/11/2003.
Representantes dos Sindicatos dos Jornalistas/RS, Radialistas, Administrativos e Gráficos, presentes à esquina democrática, em Porto Alegre, na segunda-feira, 3 de novembro, às 18h, protestaram contra a demissão de 218 profissionais do Grupo RBS. No ato público, realizado com apoio dos movimentos sociais, foi lançada a revista Porém com um dossiê sobre as relações obscuras da RBS com o poder e da sua situação de descontrole financeiro, com uma dívida de R$ 500 milhões.A justificativa do vice-presidente do grupo, o ex-ministro da Casa Civil do governo FHC, Pedro Parente, anunciado antes do fim do governo e empossado sem "quarentena", para a demissão dos 218 trabalhadores do grupo é de que a instabilidade macro-econômica dos últimos anos atingiu a maioria das empresas brasileiras.

O objetivo, segundo a nota da direção, é redução de custos. A revista Porém é bimestral, está em sua quarta edição e editou seu primeiro caderno temático numa devassa, com documentos, sobre o grupo RBS. Para o diretor da revista, Hugo Scotte, a idéia é resgatar o jornalismo investigativo e "o monopólio da mídia era uma pauta natural". Presente à manifestação, o empresário Waldir Bronzatto, disse que o país não pode crescer com sonegação de impostos, que "os homens sérios, os parlamentares sérios, deveriam unir forças para modificar esta prática no Brasil", se referindo a remessa de dinheiro a paraísos fiscais via contas CC5, apuradas pela reportagem da revista.

A Rede Brasil Sul de Comunicação é composta de 19 emissoras de televisão (17 VHF, 2 UHF), 19 de rádio (14 FM, 5 AM) e seis jornais diários. Já processou o ex-presidente do Sindicatos dos Jornalistas Profissionais no RS por uma ilustração e apesar de sua linha editorial apresentar cores carregadas de ideologia, seus diretores e jornalistas executivos afirmam com veemência sua imparcialidade.

O presidente dos Sindicato dos Jornalistas gaúchos, José Carlos Torves, afirma que apesar de ótimos profissionais em seus quadros a RBS pratica um jornalismo de má qualidade, "em função da linha editorial e dos compromissos partidários dos seus proprietários". Para Torves, "os donos da mídia" no Estado são maus administradores e não sabem o que é democracia.*nota retirada do sítio do Sindicatos dos Jornalistas/RS .
- O passado não perdoa é uma das páginas. No Portal http://zerofora.blogspot.com/ você pode acessar toda revista.

Porto Alegre a "Cara de Fogaça e Eliseu Santos"? Nem a uma distância de 4.37 Anos-Luz*!

*1 Ano-Luz = distância percorrida pela luz (~300.000 km/s) durante um ano (pela medida de tempo no planeta Terra).

A estrela Alpha Centaury, corresponde a este ponto de observação e é a estrela mais próxima de nós.

15 de jul de 2008

O óbvio repetido à exaustão!


A Carta Compromisso de Yeda Crusius e seu governo, é irrelevante, já que tudo o que está dito nela, já era esperado pelos mecanismos controladores e do processo eleitoral. A criação de normas de conduta para funcionários públicos, só atinge a eles; quem fiscalizará a Governadora?

Como é de se esperar, sobre si, seguirá uma lupa absolutamente cega como bem foi exposto pelo relatório chapa branca da tropa que representou o Governo Crusius na CPI do DETRAN.

14 de jul de 2008

Como A Carapuça " acredita" na conversa fiada sobre ética e honestidade da Governadora...

Recomenda:



Não houve surpresa. O corruptor pau-mandado disse que só a primeira instância preocupava o chefe. Dito e feito, duas vezes.


Frei Betto

Não houve surpresa. O corruptor pau-mandado disse com todas as letras, gravadas pela Polícia Federal, que o chefe se preocupava “apenas com o processo em primeira instância, uma vez que no STJ e no STF ele resolve tudo”.

Sabia o que dizia. Dito e feito, em dose dupla. O chefe entrou na lista daqueles que, para certos ministros do STF, pairam acima da lei e reforçam a nociva cultura de que, como cantava Noel Rosa, “para quem é pobre a lei é dura”, mas para quem é rico a impunidade fa(r)tura.

Vale a piada do político corrupto que surpreendeu o filho surrupiando-lhe a carteira e deu-lhe umas palmadas. “Mas você também rouba!”, reagiu o menino. “Não te castigo por roubar, mas por se deixar apanhar em flagrante”, retrucou o pai. Agora, nem o flagrante merece punição. Vide as imagens gravadas pela PF em que aparece a dinheirama destinada a corromper um delegado daquele órgão. O ciclo vicioso se confirma: a Polícia prende, a Justiça solta. E alguns disso se aproveitam e fogem.
Ou a pena prescreve, sacramentando a impunidade e permitindo até que se candidatem a cargos públicos.

A corrupção, aliada à impunidade, de quem é filha, já indignava o autor de “A Arte de Furtar”, escrito entre os séculos 17 e 18: “Se vossa casa, ontem, era de esgrimidor, como a vemos hoje à guisa de príncipe? E até vossa mulher brilha diamantes, rubis e pérolas, sobre estrados broslados? Que cadeiras são essas que vos vemos de brocado, contadores da China, catres de tartaruga, lâminas de Roma, quadros de Turpino, brincos de Veneza etc.?

“Eu não sou bruxo nem adivinho; mas me atrevo, sem lançar peneira, a afirmar que vossas unhas vos granjearam todos esses regalos para vosso corpo, sem vos lembrarem as tiçoadas com que se hão de recambiar no outro mundo. Porque é certo que vós os não lavrastes, nem os roçastes, nem vos nasceram em casa como pepinos na horta”.
E aponta as ramificações do enriquecimento ilícito nas estruturas de poder: “Furtam pelo modo infinito, porque não tem fim o furtar com o fim do governo e sempre lá deixam raízes, em que vão continuando os furtos. Finalmente, nos mesmos tempos não lhes escapam os imperfeitos, perfeitos, mais-que-perfeitos e quaisquer outros, porque furtam, furtaram, furtavam, furtariam e haveriam de furtar mais, se mais houvesse”.

Em “A Desordenada Cobiça dos Bens Alheios - Antiguidade e Nobreza dos Ladrões” (1619), Carlos García diz que a arte da ladroagem é superior à alquimia, pois do nada faz tudo: “Haverá maior nobreza no mundo que ser cavaleiro sem rendas e ter os bens alheios tão próprios que se pode dispor deles a seu gosto e vontade, sem que lhe custe mais que pegar-lhes?”.

E denuncia o engano em que muitos vivem, “crendo que foi a pobreza a inventora do furto, não sendo outros senão a riqueza e a prosperidade”.
Padre Vieira, nascido há 400 anos, alerta em seu “Sermão do Bom Ladrão” (1655): “Os outros ladrões roubam um homem, estes roubam cidades e reinos; os outros furtam debaixo do seu risco, estes, sem temor nem perigo; os outros, se furtam, são enforcados, estes furtam e enforcam”.
Sim, não temem as instâncias superiores da Justiça, pois não há o perigo de ficarem atrás das grades. Soltos, continuam a furtar o erário, e enforcam, nas negociatas, a cultura da decência, da ética e da justa legalidade.

E ainda há quem proteste por ver a mídia acompanhar as operações policiais. Quem reclama quando as viaturas cercam a favela com brucutus e “caveirões”? Reza o direito que, se o crime é clandestino, a repressão e a punição devem ser públicas, para servir de exemplo e coibir potenciais bandidos, sejam eles de chinelos de dedo ou de colarinho-branco.

Segundo Cícero, “o maior estímulo para cometer faltas é a esperança de impunidade”. Enquanto o nosso Código de Processo Penal não sofrer profundas modificações, os bandidos poderão repetir em entrevistas que só temem a Polícia, porque a Justiça é cega às suas práticas criminosas.

Talvez fosse mais sensato acatar a proposta de Capistrano de Abreu e reduzir a Constituição a dois artigos: “Artigo 1º: Todo brasileiro é obrigado a ter vergonha na cara. Artigo 2º: Ficam revogadas todas as disposições em contrário”.

CARLOS ALBERTO LIBÂNIO CHRISTO , o Frei Betto,63, frade dominicano e escritor, é autor de “Calendário do Poder” (Rocco), entre outros livros. Foi assessor especial da Presidência da República (2003-2004).


Publicado na Folha de São Paulo, 13/julho de 2008
===========
O Ministro deve ter soltado a quadrilha, pois não havia "fato novo". Este filme eu já vi, e não sei bem onde!

Min. Gilmar Mendes ... pedido de impedimento!


Não leva um minuto. Entre, preencha três dados, envie e confirme:
Assine aqui!


Para entender o problema, o Judiciário se divide em 3 instâncias. Uma ação judicial só chega no Supremo Tribunal Federal, quando passa pelas instâncias anteriores. É aquilo que se conhece por recursos.


A gravidade do habeas corpus dado por Gilmar Mendes não é apenas porque liberou o acusado Daniel Dantas. O problema está em que a própria hierarquia foi escandalosamente atropelada, de forma inédita na história do judiciário brasileiro.
===============
Chega de ladrão de galinha ir para a cadeia. É tempo do ladrão do galinheiro inteiro. Já soltaram o Cacciola e olha no que deu! O STF parece um ninho tucano!

10 de jul de 2008

COMO O POVO "MAIS POLITIZADO DO BRASIL" TRATA SEUS ÍNDIOS!


No dia primeiro de julho de 2008, comunidade Mbya Guarani foi despejada pela Brigada Militar de um acampamento situado à beira da Estrada do Conde, município de Eldorado do Sul, próximo à cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Policiais da Brigada Militar (Polícia Estadual do RS), acompanhados do Oficial de Justiça Bruce Medeiros, efetivaram o desalojo no dia primeiro de julho de 2008. Por ocasião do Mandado de Reintegração de Posse (Processo 165/1.08.0001027-9), ajuizado pela FEPAGRO - Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária, e deferido pela Juíza Luciane Di Domenico, do Poder Judiciário do Estado da Comarca de Eldorado do Sul, RS.

A situação é grave, uma vez que o acampamento Guarani estava fora da área indicada no mandado, ou seja, FORA da propriedade da FEPAGRO, o que claramente invalida a própria ação judicial. Os Policiais Militares, junto aos funcionários da FEPAGRO recolheram os artesanatos e destruíram a faconadas as estruturas das habitações Guarani, sem a autorização ou presença da FUNAI ou da Polícia Federal, os únicos órgãos com competência para tratar da questão indígena, segundo o artigo 231 da Constituição Federal.

Ao solicitar a presença dessas instituições, o líder guarani Santiago Franco não foi respeitado e, devido sua insistência, foi algemado e arrastado à força para uma viatura da Polícia, deixando desamparados as mulheres e crianças de sua família. Por toda a bacia hidrográfica do lago Guaíba (onde se encontram diversas cidades, entre elas, Porto Alegre e Guaíba) está repleta de indícios de ocupação Guarani, algumas com alguns milhares de anos, outras que existiram até início da década de 1920. Em um estudo arqueológico da década de 1975, o arqueólogo Sérgio Leite aponta para a existência de um sítio arqueológico na área da FEPAGRO.

Segundo o próprio cacique Santiago, "meus antepassados moraram aqui, temos prova de que essa terra é Guarani". Texto da Comissão de Apoio sobre a expulsão da Comunidade Guarani de Eldorado-RS:http://midiaindependente.org/pt/green/2008/07/424007.shtmlExpulsão da Comunidade Guarani de Eldorado-RS:http://midiaindependente.org/pt/green/2008/07/424022.shtml«



====================


O RS elegeu uma governadora desequilibrada; portanto nada melhor para comandar a Brigada Militar do que um desequilibrado comandante! Este é o resultado lamentável de como nós tratamos nossos índios. Sim, pois nós elegemos essa bruxa! Nós permitimos que ela fosse eleita. Tenho vergonha do que acabo de assistir.

O estado deveria ser denunciado a organismos internacionais.

Sobre Daniel Dantal - O Orelhudo!

Sobre Daniel Dantas, Naji Nahas e Celso Pitta, apenas é bom ressaltar que o problema é antigo. Antes de Lula. O momento exato foi a “privataria” alucinada do governo FHC, com respingos por aqui com Brito/CRT. Isso vem se arrastando desde apreensão de um HD, em 2004 na Operação Chacal,de um computador do Banco Oportunity, que Dantas é o “Controlador”.
Decisão do STF contraria aos interesses do país, são muitas e de algum tempo.
==================================================
Marco Aurélio Melo
BRASÍLIA - O advogado do ex-banqueiro Salvatore Cacciola no Brasil, Carlos Ely Eluf, pretende usar a mesma estratégia de defesa aplicada em 2000, quando um habeas corpus concedido pelo Supremo Tribunal Federal permitiu sua saída da prisão. “Vamos pedir a anulação dos efeitos de prisão preventiva emitida pela Justiça”, disse o advogado.
Em entrevista exclusiva de 2001, Cacciola fala sobre a imprensa e a vontade de voltar para o Brasil
Em 2000, Cacciola foi liberado depois de passar 37 dias na prisão. Depois da decisão, o ex-banqueiro fugiu para a Itália, não podendo ser extraditado por ter cidadania italiana. Entretanto, na semana passada, ele foi localizado no principado de Mônaco, onde foi preso. Cacciola é acusado de causar um prejuízo de R$ 1,5 bilhão ao Banco Central quando comandava o Banco Marka.
Enquanto os advogados de Cacciola, em Mônaco, trabalham pela rejeição do pedido de extradição, a ser enviado ainda nesta semana pelo governo brasileiro, a defesa, no Brasil, subsidia os trabalhos no exterior. Entre os materiais a serem encaminhados estão matérias jornalísticas em que o ministro do STF, Marco Aurélio Melo, declara que não se arrepender de ter dado o habeas corpus a Cacciola.
Ely Eluf afirmou ainda que, embora a permanência de Cacciola na prisão, determinada ontem pela Justiça de Mônaco ontem, prejudique os trabalhos da defesa, ela era “totalmente esperada”. “É uma medida de cautela até que seja julgado o pedido de extradição”, explicou.
O advogado acredita que o processo em Mônaco deva levar de 40 a 60 dias. No caso de extradição, a defesa começa a tomar medidas na Justiça brasileira.
Último Segundo
=========================================================
Ministra Ellen Gracie concedeu liminar vetando o acesso da CPI aos dados do famoso e misterioso HD
“As informações que permitiram à Polícia Federal prender ontem o banqueiro Daniel Dantas, do banco Opportunity, poderiam ter vindo à tona há três anos, durante a CPIs dos Correios e do Mensalão. Em 2005, fragilizada pelo escândalo do mensalão, a base do governo revidou aos ataques da oposição, investigando o banqueiro e possíveis ligações com integrantes do governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB), à época das privatizações das teles.
Nas duas comissões, os governistas aprovaram um requerimento para ter acesso ao disco rígido de um computador do Opportunity, apreendido pela PF. O disco rígido é o mesmo que alimentou as investigações da PF que levaram, agora, à Operação Satiagraha.”
“A Receita Federal está investigando os investidores que fizeram aplicações em fundos off-shore localizados em paraísos fiscais e administrados pelo banqueiro Daniel Dantas, preso ontem na Operação Satiagraha, da Polícia Federal. Essa é uma segunda fase de investigação, que ganhou força com a apreensão de documentos e equipamentos na Operação Chacal, realizada pela PF no final de 2004.”

O Estado de São Paulo
=============================================================
Dantas, a irmã e outros nove funcionários do banco Opportunity, que foram beneficiados por um habeas corpus concedido pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, no final da noite desta quarta-feira (9). Todos tinham prisão decretada e foram procurados durante a Operação Satiagraha da PF, que investiga desvio de verbas públicas e crimes financeiros.
Veja que somenete o pessoal do OPORTUNITY. Pitta e Naji Nahas, seguem presos. Eles não trabalham no Oportunity.

Gilmar Mendes
“São eles: Humberto José da Rocha Braz, também conhecido por Guga, assessor de Daniel Dantas e ex- diretor da Brasil Telecom, empresa que pertenceu ao grupo Opportunity; Hugo Sérgio Chicaroni, amigo de Guga, contratado para se aproximar dos delegados que investigam o caso.
Para conseguir provas, os delegados simularam que aceitariam o suborno e a propina foi, então, parcelada. No primeiro pagamento, R$ 50 mil. Depois, mais de R$ 79 mil. O restante do dinheiro da corrupção seria pago ainda esta semana.
Em um dos encontros gravados pela Polícia Federal, Hugo Chicaroni disse ao delegado que "a preocupação de Daniel Dantas seria apenas com o processo na primeira instância, uma vez que, no Superior Tribunal de Justiça e no Supremo Tribunal Federal, ele resolveria tudo com facilidade".
Convencido da manobra para manipular as investigações, o juiz Fausto de Sanctis determinou a prisão dos envolvidos. No apartamento de Hugo Chicaroni, em São Paulo, a Polícia Federal apreende R$ 1,3 milhões.”
G1
Nenhum ministro do STF disponibilizou seu precioso tempo para conceder um Habeas Corpus ao seu zé-das-coves que roubou uma galinha na esquina para matar a fome. Tão pouco essa gente ficou horrorizada em ver o Zé algemado. Já Dantas, é diferente. Dantas é bem relacionado com ilustres Senadores, Deputados, inclusive da banda podre do PT.
Mas quem não deve dormir mais é o FHC. Daniel Dantas foi a fonte de dinheiro do Valerioduto, e tinha importante influências no ministério de FHC.
Há comentários sobre o PdoDD: partido do Daniel Dantas, com parlamentares em todos os partidos.
Para saber tudo dessa patifaria, leia em:
Conversa Afiada
Carta Capital

Beniamino Gigli em Ombra mai fu x SENADOR AZEREDO

Faz mais de 45 anos que minha avó e eu, de vez enquanto, íamos de Maria Fumaça até Bento Gonçalves visitar uma tia.


Lá, muito escutei esta gravação de Beniamino Gigli de Ombra Mai Fu, com meu tio Anisio. Isso foi antes de 1964. Esta era uma das minhas preferidas. A outra é La Donna é Móbile (gravação de Caruso).


Após a audição íamos almoçar. Meu tio cantarolava durante o almoço todo, La Donna é Móbile, comendo intermináveis pratos de massa ao molho de tomates, com colher e garfo, e com uma toalha amarrada no pescoço. Após o almoço, café preto com uma colherinha de graspa.


Hoje acordei com esta lembrança, e fui buscar no You Tube. Percebe-se que neste vídeo, em determinado momento aparece um equipamento de gravação.
Seria o da gravação que eu escutava com meu tio?


Narro esta pequena história, para comentar sobre a quantidade e a diversidade de informações que estão disponibilizadas na Internet. E para comentar as intermináveis tentativas de se barrar e censurar seu conteúdo.


Lembro que um tijolo pode ser utilizado para matar uma pessoa ou construir uma casa. Tudo dependerá de quem for o "utilizador" como dizem os portugueses. Punam o assassino, mas não proíbam o tijolo! Esta é a lógica.

The Cure- Friday I'm In Love

9 de jul de 2008

Video do Zero Fora: a Formatura.



Cerimônia de formatura de Lair Ferst, um dos 40 indiciados por formação de quadrilha pela Polícia Federal no Estado do Rio Grande do Sul.

O RS era conhecido como um lugar onde a corrupção andava por uma calçada e o político gaúcho andava em outra. Uma moralidade só. Só no imaginário.


Hoje se sabe a causa: eles temiam que se a corrupção mudasse de lado, eles poderiam perder a boquinha!

Funk do Bu$atto



Nova Corja http://www.novacorja.org/

E a prefeitura, heim?


É vexatória a situação de César Busatto que teve uma amável e despreocupada conversa com o Vice-Governador Feijó, gravada e levada a público. Naquela conversa Busatto disse como são financiadas campanhas do PP, PMDB, PP, PSDB e outros partidos. Esqueceu de dizer como a turma do Fogaça e do Eliseu santos, financiam as suas.

Eis que estoura outro escândalo na Prefeitura de Porto Alegre:


“CC da Procempa indiciado por tentativa de fraude na coleta de lixo de Porto Alegre
30 de junho de 2008
Infelizmente, irregularidades com o dinheiro público não são exclusividade dos governos estaduais e federal. Acaba de vir a público mais uma denúncia de corrupção grave, agora na administração municipal, e que envolve um CC da Procempa, Garipô Selistre. Ex-diretor do DMLU, Selistre é acusado de tentar burlar uma concorrência para a coleta de lixo em Porto Alegre, em uma licitação de R$ 305 milhões. Clique aqui para ver matéria veiculada na Zero Hora de sexta-feira.
Selistre consta na folha de pagamento da Procempa, mas não se encontra na empresa. Segundo Geraldo da Camino, procurador-geral do Ministério Público de Contas, em entrevista à Band News nesse final de semana, isto contraria a legislação vigente, que exige atuação dos cargos comissionados nos locais onde estão lotados.
O Sindppd/RS repudia toda e qualquer irregularidade com o dinheiro e o patrimônio públicos, e exige a apuração dos desvios e punição aos culpados, estejam eles no governo e no cargo que for.

(SINDPPD-RS)

Provavelmente Selistre foi redirecionado ali, “por serviços prestados”.

1 de jul de 2008

Fábio Konder Comparato critica alinhamento do MP gaúcho com latifundiários


A íntegra do post do RS URGENTE:

"Fábio Konder Comparato, professor titular aposentado da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, enviou a seguinte mensagem ao Procurador-Geral de Justiça do Estado do RS, Mauro Renner:
“Tomei conhecimento, estarrecido, de que o Ministério Público do Estado pretende ingressar com ação judicial para obter a dissolução do MST. Aflige-me verificar que essa ilustre instituição, ao invés de abrir um inquérito civil público para apurar os atos de corrupção e de improbidade administrativa, que teriam ocorrido na esfera máxima do governo estadual, segundo ampla divulgação dada pelos meios de comunicação, prefira cerrar fileiras em defesa dos interesses de latifundiários e empresas transnacionais de agronegócio, com manifesto desprezo pelos direitos fundamentais declarados em nossa Constituição”.
Postado por Marco Aurélio Weissheimer


=====================================

Não é surpresa essa postura do MP gaúcho, já que os adjetivos de "os mais éticos", "os mais corretos", "os incorruptíveis", "os mais politizados", ""os mais solidários", os mais etc, etc, etc, não foram dados para nós por acreanos, alagoanos, brasilienses ou paulistas. Nos auto-intitulamos assim.



Essa lamentável postura do MP local causa ânsia de vômito. Gente reacionária da pior espécie. O MP gaúcho deveria estar bradando contra a corja que roubou da polpulação gaúcha 44 milhões de reais. Isso é um potreiro de reaças.



Mas é bom que o Brasil veja o que é isso aqui!

O bebê japonês de Yeda Crusius

“Me caiu no colo um nenê japonês e na minha volta não havia nenhum japonês que valesse a pena”. Yeda Roratto Crusius - Governadora do Estado do Rio Grande do Sul.


Para Tia Yeda refletir antes de abrir a boca, dois provérbios japoneses:

1- "O começo do pecado é doce, o final é amargo."
2- "Visão sem ação é devaneio. Ação sem visão é pesadelo."

A Máfia...

Diego Casagrande é outro des-jornalista com genética e inteligência superiores. Durante o segundo turno na eleição Presidente-Governador e que vitimou o RS, estado onde inexiste corrupção, pela eleição de ++++++++++Tia Yeda Crusius++++++++, Casagrande perguntou a Feijó se a "turma do Lula ia continuar roubando no segundo mandato".

Excelente pergunta e A Carapuça acredita que o jornalista deve repetir a pergunta a Feijó, redirecionando geograficamente o objeto: a turma da Yeda-DETRAN-RS vai continuar roubando?

Depois do que se viu e ouviu, e certo do espírito público e jornalístico de Diego Casagrande, estamos sentados esperando pelo questionamento a Feijó!

O que a Nova Corja fez para irritar a velha corja!

Políbio Braga segundo Andy Warhol

Esse é o artigo no A Nova Corja, que irritou Políbio Praga, digo Braga.

Mensalinho gaúcho? Junta os pontos e vai22:07 25/06/08 Rodrigo Alvares


Eu acho interessante que todos percam tempo culpando a Zero Hora pelo abafa geral na crise desgovernada, mas não escrevem nada sobre outros veículos de comunicação muito, mas muito influentes no Bovinão. Como temos leitores ciosos da falcatrua que comanda a vala no Bovinão, claro que alguns de nossos contatos não se medram em enviar algumas dicas sobre como a arquitetura Cezar Bu$$atto de alian$as políticas funciona atualmente no Rio Grande do Sul.


Sabem aquela história devidamente sepultada sobre o esquema de mensalinhos que os jornalistas gaúchos receberiam para que não criticassem os governos?
Pois bem. Saiba que tu, eleitor bovino, patrocina a conivência desses colunistas com a falência do Estado. Como? Simples: em boa parte, as estatais pagam para que seus banners apareçam nestes blogs. Existe até um padrão de quais e as respectivas hierarquias delas dentro dos sites.


Resumindo: o governo - seja ele de qualquer partido - paga preventivamente a esses jornalistas, que conhecem todas as falcatruas, para que fiquem quietos e não publiquem nada que possa comprometer o governo porque, tu sabe, eles têm milhões de leitores que não precisam se informar através da RBS e do Correio do Povo.

Parte do e-mail enviado:

“Assunto: Mídia chantagista
Segue um textinho bem ruim que eu montei, só pra dar uma noção da história.
O que leva anunciantes como Prefeitura de Porto Alegre, Banrisul, ATP, Assembléia Legislativa, BRDE, Cremers ou Simers a comprar mídia em sites sem expressão, tais quais os de Políbio Braga, Gilberto Simões Pires, Ricardo Orlandini, Felipe Vieira, José Previdi, Diego Casagrande, Rogério Mendelski ou Bibo Nunes? Certamente não é a repercussão ou os preços camaradas.

Existe quase que uma máfia dos “jornalistas de opinião”, que pressiona esses órgãos e entidades a anunciar. Se um deles ousar comprar espaço em apenas um site, corre o risco de ver seu nome na lama pelos demais. Qualquer gerente de marketing sabe disso e tenta não correr o risco.

Não se sabe se a lenda de que os tais jornalistas vão se dedicar a esculhambar a vida de seus não-anunciantes procede ou se foi plantada por alguma agência de publicidade querendo levar o seu… Se o caso fosse este, eu chutaria a Plenna, que atende a contas como Cremers, Prefeitura de Canoas, TVI – leia-se Bibo Nunes – e Band – lembre de Felipe Vieira – e adora disputar uma licitação de órgão público.
Claro que anunciar não garante que os caras falem bem, só que não falem mal.

Mas muitos são “pró-ativos” e gostam de sair em defesa de seus patrocinadores (o que acaba pegando mais mal do que bem, mas eles são muito burros). Há uma ameaça velada desses “formadores de opinião” contra os órgãos que anunciam. Portanto, eles se previnem de campanhas difamatórias, porque seus públicos de interesse lêem esses infelizes (médicos, acionistas, gente velha em geral).

A questão é, se os “jornalistas” realmente ameaçam é porque sabem de falcatrua desses órgãos, mas ficam quietinhos, calados pelo valor do anúncio…"