30 de dez de 2007

Que votos de Boas Festas, conspirem sobre nós!

Apesar do atraso, desejo votos de boas festas aos que por aqui passarem.

Que o CAUSAÉREO e o CAUSECONÔMICO se espraiem sobre vós.

Saúde e paz!

Amém.

27 de dez de 2007

Você acredita em Papai Noel?


"Você reconhece o Noel da foto?

Ele apareceu em meio ao show da cantora Isabela Fogaça, no Natal Luz, em Gramado.

Isabela se encarregou de tirar a tradicional roupa de cetim vermelho e a barba branca do papai noel José Fogaça.

Juntos, o prefeito de Porto Alegre, a primeira-dama da cidade, e os dois filhos do casal, Martim e Francesca, protagonizaram o espetáculo de músicas natalinas - como fazem todos os anos."

ROSANE DE OLIVEIRA ZERO HORA (ARGGGGHHHH) DE SÁBADO 15/12
~o0O0o~

A fotografia acima mostra o Prefeito Fogaça fantasiado de Papai Noel, em um evento natalino. O termo “fantasiado” define, perfeitamente, o que é sua gestão com Eliseu Santos (“o que caiu do Céu”): uma completa fantasia.
Com o aval de Rosane de Oliveira, a porta voz da direita e do dono do “jornaleco da Azenha”, como diz meu caro Marcelo da Silva Duarte do la vieja bruja (http://www.laviejabruja.blogspot.com/ ), eu conseguirei dormir esta e tantas outras noites.

19 de dez de 2007

100 anos é muito pouco para Oscar!


Oscar Niemeyer é uma destas pessoas que me fazem ter orgulho de ser Brasileiro. Homenagem pelos 100 anos deste jovem arquiteto.

Sobre a CPMF...


Bem, não sei bem quem ganhou ou perdeu! O Governo, as oposições ou a população. Até à tarde da votação, os diversos articulistas políticos dos jornais nacionais, unanimemente, eram contra a CPMF. Faziam eco às oposições ao governo Lula, e isso não é nenhuma novidade. Diziam ao vento, que nenhum centavo ia para a saúde.

Logo após a vitória dos sonegadores de impostos, os mesmos jornalistas que defendiam a queda da CPMF, passaram a dizer, entre outras coisas, que 40% da arrecadação ia para a saúde, e o restante para o Fome Zero, Bolsa Família, entre outras aplicações no social!

Inclusive pode-se ver figuras errantes do PSDB, a defender efusivamente tal imposto. Alguém estava mentindo! Certamente não era o Governo Lula.

Se você movimenta R$10.000,00 em um mês, pagará em CPMF, R$38,00.

Em um ano, equivale a R$120.000,00 de movimentação e R$456,00 de CPMF, ou seja 0,38% do total.

Junto com esta taxação, toda documentação para a comprovação é arquivada, ou seja, se o dinheiro é movimentado em bancos, deixará um rastro!

A CPMF é um imposto anti-sonegador, anti-lavagem de dinheiro.

Imagino que a turma do DETRAN_RS seja contra a CPMF!

DINHEIRO EM MALAS NÃO PAGA CPMF!


Eles não suportam ver o Brasil, minimamente, dar certo!

"O PSDB deve se preocupar com a eleição, e não com a nação." Esta frase foi emitida pelo "Farol de Alexandria" (FHC segundo Paulo Henrique Amorin)


18 de dez de 2007

A revista Carta Capital está impagável!


As batatas do vencedor

(http://www.cartacapital.com.br/475/as-batatas-do-vencedor)

"Na última hora, a oposição desfaz acerto com o governo e derruba a CPMF

No rescaldo da batalha da CPMF, cujo lance final se estendeu por longas sete horas, entre a noite da quarta-feira 12 e a quinta 13, contam-se muitos perdedores e alguns vencedores. Sem dúvida, e descartados inicialmente os erros da coordenação política do governo Lula, ganharam o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, principal articulador da resistência oposicionista, o senador Arthur Virgílio, lugar-tenente de FHC no Senado, o antigo PFL, que sempre defendeu o fim do chamado imposto do cheque, e os empresários capitaneados por Paulo Skaf, presidente da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), entidade que reuniu mais de 1 milhão de assinaturas contra a extensão da cobrança (com o auxílio inestimável, registre-se, dos camelôs e seu comércio informal no centro da capital paulista, sem os quais o abaixo-assinado não teria sido tão volumoso).

Mas, como diz o conhecido epíteto, aos vencedores, as batatas. É óbvio que a derrota provocará um desarranjo nada desprezível nas contas do governo federal. Sem um plano B na cartola, a equipe econômica será obrigada a rever os gastos previstos em pleno ano eleitoral, conforme o cálculo político da oposição. Em 2007, a CPFM deve arrecadar cerca de 40 bilhões de reais. Diante dos atuais índices de crescimento da economia, estimava-se um aumento de receita em 2008. Boa parte do dinheiro é empregada em programas sociais, entre eles as aposentadorias rurais e o Bolsa Família, de reconhecido efeito nas eleições municipais do próximo ano, que tem peso relevante no jogo da sucessão presidencial de 2010."

Jornalista e patrão

A cherge de Eugênio Neves, mostra muito bem como a liberdade de imprensa é vista pelos chargistas. ( http://dialogico.blogspot.com )

Menos é claro, pelo Marco Aurélio de ZH, que não sabe desenhar.

6 de dez de 2007

Fibonacci não conheceu Yeda. Sorte dele!

1, 1, 2, 3, 5, 8, 13, 21, 34, 55, ...


Por mais cético que sejamos quanto a existência de entidades sem CIC (~CPF), e para eu mesmo, é curioso que um infindável número de eventos sigam a tal Série de Fibonacci, expontaneamente! É certo que arranjos geométricos tendenciam esta série. Ela está na fotografia, no desenho, na engenharia, na arquitetura, na botânica, na anatomia, na astronomia. Mais curioso é saber onde ela não se apresenta.
Saiba mais aqui: http://pt.wikipedia.org/wiki/Fibonacci

Na arte, é representada pela Proporção Áurea. O equilíbrio e a armonia, aliás, palavras muito caras aqui pelas bandas sul-mampitubenses!

No Governo Yeda reina a arrogância, o desequilíbrio e o caos.


4 de dez de 2007

Bola fora!


A demissão dos chargistas Kaiser, Moa e Santiago do Jornal do Comércio, expõe o caráter político-mercantilista de um jornal. A liberdade de imprensa, tão exigida, é mais uma falácia. A imprensa não admite discutir-se. Ela está acima do bem e do mal. É triste ver esse tipo de coisa ocorrer, a despeito da excelência dos três chargistas. Não importa a informação, mas os interesses corporativos. Já fomos assinantes do JC, e já pensavamos em refazer a assinatura. Mas é impressionante como esses jornais tentam de todos os modos copiar o "ZH way of life" do jornaleco da Azenha!

Bola fora do Sr. Mércio Tumelero, a quem oferecemos este sucesso do YouTube!
Escreva pro Seu Mércio aqui: http://jcrs.uol.com.br/Inf_JC/contato.aspx

Não compre ou assine o Jornal do Comércio.

No olho da rua. Liberdade de imprensa, Por supuesto!




"Santiago, Kayser, Moa,
Agradeço o trabalho que fizemos em conjunto até agora e comunico que o JC está dispensando o serviço de vocês."

Com essa mensagem, acabou a brincadeira. No lugar da minha charge, hoje havia a foto de uma manifestação direitosa na Venezuela, acompanhada por um editorial esculhambando o Chávez. Assim, o blog talvez fique um pouco desatualizado (ainda mais), até que eu tenha vontade de desenhar novamente.

Não chega ser de todo mal. O único aspecto verdadeiramente negativo é deixar de ganhar uma merreca todos os meses. Mas, como é uma merreca, também não vai fazer tanta falta assim. Um dia, quem sabe, eu até coloco no blog uns banners do Banrisul, de prefeituras, da Assembléia Legislativa e faturo uns pilas, como todo jornalista vigarista desta cidade faz.

Pena mesmo é que eu não sou assinante do JC para poder fazer o mesmo com eles...

...............................................................................
Nossa solidariedade ao Kaiser, Moa e o Santiago. Quem per de são os leitores e a diversidade de idéias. Não compre e não assine o Jornal do Comércio!

3 de dez de 2007

Ditadura na Venezuela?


Você já viu alguma ditadura na história deste planeta, fazer algum referendo, para saber se a população aprova suas ações? Eu não!
O ex-Presidente Emílio Médici, este "democrata de carteirinha" que mandou assassinar cidadãos brasileiros, não fez referendo. E a imprensa se calou!
Se eu fosse o ditador da Venezuela, não sobraria um militante da direita! Mas o Presidente é Chaves, e ele é democrata.
Sorte da direita venezuelana!
Leia também:
http://viomundo.globo.com/site.php?nome=Bizarro&edicao=1566
http://viomundo.globo.com/site.php?nome=OndeTrabalho&edicao=1570