24 de mai de 2008

Pedro Simon deu um tiro no próprio pé!


Simon, em entrevista sobre a morte do Senador Jefferson Pérz do Amazonas,disse:

"Cada vez vemos menos políticos como ele, que era de uma época no Congresso onde conviveram nomes como Teutônio Vilela, Tancredo Neves, Mário Covas e outros."

"O Congresso não podia perdê-lo. Era um baluarte, um símbolo. Eu tinha inveja cristã dele, que em cinco frases matava uma questão."

O Senador gaúcho, ao que parece, é melhor pois em quatro frases acaba com o Congresso Nacional!

Parafraseando Romário, o Senador Simon calado é um poeta!

Um comentário:

Anônimo disse...

Jefferson Pérez,Teutônio Vilela, Tancredo Neves, Mário Covas...aos poucos vamos nos livrando desses trastes. O Jefferson queria por que queria o Brasil engajado na luta contra o "terrorismo". Como se já ñ temos problemas suficientes, o calhorda ainda queria atrair o fogo para o nosso lado. Felizmente esse já foi.

Eugênio