26 de jun de 2008

Caríssimo anônimo não "baderneiro"...(sobre o MST)


"Aqui no Rio Grande torcemos para que acabe realmente este movimento baderneiro." Sobre tua afirmativa, devo concluir que é preferível um ladrão do DETRAN solto + uma Governadora que sabia de tudo, do que um Movimento Social que atua no sentido da defesa de seus interesses garantidos na Constituição Federal. Aliás, ladrões do DETRAN que roubavam em benefício próprio e da manutenção de grupos políticos no poder. Depois os baderneiros são o MST?

Pois eu assisti o que aconteceu no dia do confronto entre a Brigada Militar e o MST! Eu saia do Tribunal da Justiça, na Borges de Medeiros, quando ouvi pelo rádio que o MST vinha pela Perimetral. Estacionei o carro e fui em direção a manifestação. Mas o que eu vi exatamente: a Brigada militar embretar o MST contra a cerca do Supermercado Nacional, gerando pânico e desespero, fazendo com que derrubassem a cerca e invadindo aquela área. Foi isso que eu vi; não o que a ZH contou.Mente quem diz o contrário disso.

O Comandante da Brigada Militar, deveria ser processado por essa irresponsabilidade. Deveria ser denunciado junto a órgãos internacionais de direitos humanos, mas certamente devo estar gastando meu latim com você!

De outro anônimo: particularmente, sou contra o impedimento da Governadora. Mas sou favorável a uma ação junto ao TRE, pelo uso de dinheiro roubado em campanha eleitoral. Isso ficou claríssimo na gravação da conversa entre Busatto e Feijó, e pelo que foi mostrado pela CPI da Máfia do Detran.

2 comentários:

Ítalo Dorneles disse...

Concordo plenamente.
Quem diz que os movimentos tem relação com as "FARC"... mais na realidade quem está fazendo movimento e tomando atitudes de núcleos de guerra na realidade é o tal do "mendes" e o comando da Brigada Militar.
FORA YEDA JÁ!!!

Anônimo disse...

MP aprendiz de feiticeiro com viés fascista é procupante. Lutamos muito, para receber isso.

armando do prado