23 de jan de 2008

The empire goes to fall!



O inicio da crise financeira dos Estados Unidos da América do Norte, anunciada, expõe a fragilidade do sistema monetário internacional, em especial das bolsas de valores; um mercado especulativo e de fofocas.

O discurso das grandes empresas e bancos, é pelo liberalismo total e estado mínimo, de modo que a mão invisível do mercado regule e equilibre o sistema. "Balls Shit."

Ao mínimo sinal de revés, o mercado socorre-se dos governos.
No liberalismo real, o lucro é privado, mas o prejuizo será sempre socializado.

As bolsas de valores sobem no boato e despencam no fato.
Isso é o que está acontecendo neste momento, e é um bom sinal para se começar a pensar em uma nova ordem econômica mundial, tendo o meio ambiente e o trabalhador no horizonte. Coisa que, em Davos, nunca será discutido!

O liberalismo de todos os matizes estão com os dias contados. O custo ambiental será o limitador, já que a especialidade é maltratar trabalhadores, ou como eles preferem chamar, colaboradores!

Vejo nos olhos do sr. Merval Pereira, da Globo, e de muitos outros comentaristas, um desejo incontido em ver o Brasil quebrar nas mãos do Presidente Lula.

Vão quebrar a cara!

Menos Davos e mais Fórum Social Mundial, que por sinal foi mandado embora pelo Prefeito de Porto Alegre, José Fogaça.

Nenhum comentário: