13 de mar de 2009

Maceió em 2009


Depois de quatro anos sem ir a Maceió, fiquei impressionado com os investimentos que a cidade visivelmente teve. Os contrastes continuam. Alagoas concentra o que tem de pior em diversas áreas: IDH, analfabetismo, violência, atendimento de saúde pública péssimo, e dai em diante.

Uma amiga que morava na Pajussara em frente ao mar dizia que diante dos olhos tinha Paris, e quatro quadras para trás, Bombaim. Ela se foi fazem 10 anos e ficaria feliz em saber que não são mais quatro quadras, mas oito...Há muito investimento federal em projetos sociais, mas certamente políticos como Calheiros e seu bando continuam levam uma beirinha, "of course"...

A construção civil está alucinante. O Grupo Wall Mart projeta a construção de mais 6 hipermercados. Grupos extrangeiros estão investindo massivamente na área de "ressorts".

A política local nos iguala a Alagoas em especial Maceió. Políticos canalhas não faltam tanto lá como aqui.

A programação da TV local apresenta inserções onde Renan aparece comentando como autoria de seu partido realizações como o salário mínimo, o PAC, "Luz para Todos", o PROUNI, o projeto de cisternas no sertão alagoano, entre outros; projetos cujas realizações podem ser conferidos em pleno andamento, inclusive no agreste. Calheiros continua mandando em Alagoas ...e no Congresso Nacional, leia-se a eleição do "SirNey" como presidente do Senado, Michel Temer na Câmara e Collor como presidente da Comissão de Infra-estrutura que fiscalizará a execução do PAC. Alagoas tem os Deputados apelidados de "Taturanas*" que lesaram o estado em vários milhões de Reais. Além de várias obras arquitetônicas como avenidas e viadutos com nomes de personalidades vivas, como o Viaduto João Lira. Ta bom ou querem mais?

Mas não somos muito diferentes... Máfia do Detran, Máfia da Merenda Escolar de Canoas, Pró Jovem na Pref. de POA, onde aparecem personalidades como Otávio Germano, Eliseu Padilha e outros... Só gente fina com envolvimento com o núcleo duro do governo Yeda Crusius e que só a imprensa local não vê. Também temos castas de políticos mudos como o Sen. Sérgio Zambiazi, Sen.Pedro Simos (o dedo podre) e o Dep.Vieira da Cunha, que muito pouco ou quase nada tem a dizer sobre o safado e rasteiro Governo de Yeda Crusius.

Antes de algum sábio local falar sobre a ética dos outros, é bom que esteja diante de um espelho....


=================

*Correio do Povo de Alagoas No final de 2007, a operação Taturana, da Polícia Federal, iniciou uma investigação sobre desvio de verbas na Assembléia Legislativa de Alagoas envolvendo 12 deputados e funcionários do local. No total, R$ 300 milhões foram desviados da Assembléia Legislativa. Os deputados acusados no inquérito foram afastados dos cargos, mas ainda lutam na Justiça para serem reintegrados.

Um comentário:

Anônimo disse...

Como lá, aqui também tudo fede. Os anos passam, passam...governos entram e os anos passam, passam. E nós, apenas envelhecemos com velhos ou novos problemas. Mas ainda pode piorar. Melhorar, sei lá.