6 de set de 2007

Repito a opinião de Jean Scharlau, por concordar com ela!

Foto enviada por um amigo médico e fotógrafo-J.A.

"Minha dupla imbatível para a prefeitura de Porto Alegre: MM's

Miguel e Manuela.
Miguel Rosseto (PT) para prefeito e Manuela D'Ávila (PCdo B) para vice.

A não ser, claro, que Olívio queira voltar à Prefeitura.
Olívio e Manuela seriam imbatíveis entre os bem apanhados e deixariam todos os demais embatucados..." http://jeanscharlau.blogspot.com/

2 comentários:

Hélio Sassen Paz disse...

Carapuça,

Dá uma olhada no PALANQUE DO BLACKÃO. Pintei um quadro da sucessão de Fumaça que exige uma ação concreta dos blogueiros.

[]'s,
Hélio

Eugenio Hansen disse...

Paz e bem!

1 A chapa MM também é a dos meus sonhos.
Só que talvez em ordem inversa: Manuela prefeita e Miguel, vice.

Seria a ressurreição da Frente Popular em novas bases.

Seria uma chapa que apontaria para o futuro em vez de uma volta à "idade de ouro".

Sou de opinião que Manu na cabeça neutraliza o discurso inconsequente da esquerdista Luciana Genro.

Uma chapa em que desde logo ficaria claro uma nova relação entre aliados. Pois de fato, os governos do PT aqui em Porto Alegre tiveram pouca consideração para com eles, só lembro um fato dentre muitos:

Em 1988 a Frente Popular foi integrada pelo PT e PCB, o Olívio elegeu-se mas na hora de compor o secretariado o aliado ficou chupando os dedos. Alguém acredita que naquela época o PT tinha quadros qualificados para todas as secretarias e o aliado não teria nenhuma pessoa qualificada?

2 Meu pesadelo é os dois concorrerem e conseguirem ir para o 2º turno. Isto pavimentaria a reeleição da Yeda, pois as cicatrizes não se curariam até 2010.

3 Algumas pinceladas sobre minha tragetória política:
- Atualmente não estou filiado a nenhum partido.

- Estive filado ao PT até ano passado.

- Já fiz campanha para as candidaturas proporcionais: Tarso (dep. federal 1986), João Motta (vereador 1988), Estilac (estadual 1990), Rosário (vereadora 1996, estadual 1998), Maria Celeste (vereadora 2000 e 2004), Flávio Kutzi (estadual 2002), Henrique Fontana (federal 2002), Adão Pretto (federal 2006) e Raul Carrion (estadual 2006).