16 de nov de 2007

Muito "expertos"...


Ontem fui ao cais do porto, ver mais uma vez a 6a. Bienal do Mercosul. A pior delas. Que me desculpem os que gostaram, mas uma coisa horrorosa! Para não dizer, que a mesma não devesse ser jogada na boca de um vulcão em plena atividade, tres instalações salvaram o evento:
Uma dos cordões, a primeira que vi, em seguida outra de uma grande maquete com bonecos e finalmente uma de fotografias. Uma sala forrada com fotografias, resultado de guerras: a morte e deformações genéticas que me fizeram interromper o passeio pela sala, às lágrimas. Impossível ficar indiferente.
Mas a obra-prima, foi a lasquinha que a RBS tirou do evento: além de ocupar a Usina do Gasômetro após a Record ter feito uma campanha para a pintura daquele espaço, usou a sinalização da Bienal como se a exposição NO AR, dos 50 Anos do Grupo RBS, fosse uma obra da Bienal. Para quem conhece a metodologia da RBS, isso não espanta mais. O que espanta é a pasmaceira da população local, diante de mais essa vigarice.

Nenhum comentário: