23 de out de 2007

O Eucalipto de sempre.


A Estrada Buarque de Macedo foi uma importante rota de tropeiros durante a colonização da região italiana e ligava a cidade de Vacaria à São João de Montenegro, passando por Bento Gonçalves (Dona Isabel), Garibaldi (Conde D'Eu) e por diversas outras localidades.
Foi construída por volta de 1880.
Hoje é denominada RS 470. Há 40 anos, era a rota que se percorria para ir de Garibaldi a Porto Alegre. De terra e quando chovia, os veículos tinham dificuldade ao retornar à serra! Uma aventura! Hoje é asfaltada de Carlos Barbosa à Montenegro.
No dia 13/10, fiz mais uma vez este trajeto e, qual minha surpresa?
A imensa quantidade Eucalipto, além da Acácia Negra, vai destruindo a cobertura vegetal dos morros e vales de maneira lamentável e silenciosa. A irresponsabilidade dos órgãos de meio ambiente que, hoje tudo permitem, terá um preço muito caro. Mais uma vez a comunidade socializará o prejuízo deste descaso.
Lamento que esta seja a imagem do desenvolvimento; a humanidade deverá rever seus conceitos!
“O eucalipto é uma planta de vida curta, derrubada a cada sete ou oito anos e transformada em celulosa, não é para ser observada como uma árvore, porque não tem uma infância, uma adolescência, uma maturidade e uma velhice. O eucalipto é um investimento financeiro que não tem nada a ver com arvores.” ( Eng. Agrônomo Sebastião Pinheiro)

Nenhum comentário: