30 de out de 2007

Nem tudo está perdido!

10 Recados aos Cretinos Repassadores de E-Mail's
1) Sabe aqueles powerpoints de liçoes de fé, de crianças vestidas de bichinho, de mensagens positivas e de auto-ajuda? Pois é, eu odeio aquilo. Na verdade, quem de fato precisa do ' fundo de verdade' daquelas mensagens é quem envia, não quem recebe. A gente só manda para os outros a carapuça que nos serve. Resumindo: não me envie isso, eu não gosto de powerpoints. Eu odeio powerpoints, com todas as minhas forças.

2) Você conhece o You tube? Pois é, hospede seus vídeos lá e me mande apenas o link. Visitarei se quiser. Sabe, é chato lotar a caixa postal dos outros com vídeos de 35 mb com seu filho assoando o nariz ou sentado no penico dando tchau. Isso só interessa a você e sua família e pessoas muuuuito próximas. Seus amigos não estão interessados se seu filho aprendeu a cagar no penico, creia-me.

3) Sabe os e-mails da moda? Não se preocupe em repassá-los. Tenha certeza que eu já os recebi vinte vezes.

4) Sabe as fotos de sua viagem ao exterior? As SETENTA fotos que tirou na câmera digital e foi burro o suficente para salvar em formato *.bmp todinhas? Eu realmente não me interesso por elas. Principalmente se cada uma tiver 1 Mb de tamanho e for de você em todas as poses e posições possíveis. Guarde-as em um arquivo no fundo do HD, não envie. Ninguém quer ver!

5) Ah, as poesias musicadas, que não se enquadram no estipo '"powerpoint de ser". Simplesmente ABOMINO essa merda que vem no corpo de uma mensagem do Outlook, principalmente quando acompanhada de uma midi tenebrosa que parece com uma música tocada por uma sanfona debaixo d'água. Sinceramente? Ninguém curte essa bosta e ainda te dá pinta de corno/viado/broxa/encalhada por curtir essa droga. Não me repasse isso!!!

6) Falando em Outlook, sabe aquelas merdas de pano de fundo cheio de frescuras que vc envia? Tipo coraçõezinhos alados e brilhantes, num fundo preto ofuscante? Aquela porra pesa no envio e atrapalha a leitura. E te dá pinta de infantilóide e babaca. Não me repasse esse lixo.

7) ODEIO VISCERALMENTE gifs. De toda sorte. E emoticons daqueles amarelos redondos com bracinhos grotescos. Não mande aquela porra no corpo da mensagem do Outlook nem instale aquela bosta de programa gerador-de-emoticons-com-bracinhos-grotescos. Você pode me mandar emoticons vadios fazendo sacanagem que eu vou amar, mas não mande um emoticon com bracinhos grotescos e chapeuzinho dançando, imitando Fred Astaire. Eu vou te enviar pensamentos ruins se vc me mandar isso. E desejar a sua morte.

8) CORRENTES. Se não for nada zoando, não me repasse. Se não for uma merda fake para me fazer rir, não me repasse. Senão eu vou te reenviar essa bosta tunada e musicada num arquivo powerpoint de 50 mb para você aprender a não acreditar nessa merda. Estou cagando e andando se fulana tem uma doença de nome impronunciável e/ou incurável. E vc é bem trouxa se crê nisso. Estou avisando!!!

9) Quer agradar? Mande coisas leves, que sirvam para dar risada. Tipo fotos de desgraça dos outros, links para vídeos ( veja bem.. eu dise LINKS) de desgraça alheia e coisas do gênero. Todo mundo gosta de rir do azar e da tosquice dos outros. Mande isso e vai acertar sempre. Mas mande esporadicamente... que ninguém tem o seu tempo livre para ficar vendo-emails all night long.

10) Regra de Ouro: Você conhece Cópia Oculta? Pois então.. ninguém está interessado em saber da sua lista enooooooooorme de contatos de e-mail no corpo da mensagem. Estou esfregando a bunda na guia de ódio por vc ser 'popular'. Tenha consciência e envie reservado para todos. Além de fazer de você um Robert da vida ainda expõe o e-mail de outras pessoas à vista de todos sem se preocupar se essa pessoa QUER que seu e-mail seja público. Seja razoável e use o recurso ocultar. A plebe ignota agradece.

Um comentário:

José Alfredo Schierholt disse...

Desculpa estar aí tirando o tempo dos senhores.
Eu procuro foto do falecido Engenheiro Homero Carlos Símon, homenageado com nome de rua em Porto Alegre e encontrei esta foto onde me mandaram clicar. Será que é a foto dele - Caso positivo, posso usá-la em livro que estou escrevendo?
Agradecido:
José Alfredo Schierholt
schierholt@gmail.com