21 de mai de 2010

Quem está mentindo?


“Ao ser reconduzido ao comando da Federação das Associações Comerciais e de Serviços do Rio Grande do Sul (Federasul) e da Associação Comercial de Porto Alegre (ACPA), José Paulo Dornelles Cairoli alertou ontem, durante a sua posse, para a necessidade de retomada do desenvolvimento do RS no cenário econômico nacional. Em cerimônia realizada na Associação Leopoldina Juvenil, ele também defendeu a criação de um ambiente estável "que dê segurança às empresas" e afirmou que os políticos devem separar o que é "agenda política e agenda de Estado", em prol do crescimento regional.

"Por quase todos os ângulos que podemos analisar, observamos indicadores de retrocesso que são intoleráveis para um Estado com grande potencial econômico, com trabalhadores capazes, e com empresários empreendedores", disse Cairoli, lembrando que a participação do Estado no PIB nacional caiu de 7,3% em 2003 para 6,3%. "Precisamos recuperar a liderança sobre o jogo político nacional, para buscarmos os recursos federais que estamos perdendo em razão das rivalidades partidárias e da falta de articulação em Brasília", salientou. Prestigiaram a cerimônia de posse das diretorias e conselhos da Federasul, a governadora Yeda Crusius; a pré-candidata à Presidência da República, Dilma Rousseff, que fizeram pronunciamentos; o pré-candidato ao governo do Estado Tarso Genro e empresários.” Correio do Povo-12/05/2010


&&&&&

Bem, se foram escolhidas uma conjunção de desgraças para des-governar este estado, e parece que a Federasul atuou fortemente para isso, José Cairoli deveria juntamente com os empresários da associação que ele representa pedir desculpas pelas escolhas políticas equivocadas. Tão pouco a Federasul ou nenhum representante dela cobrou sobre as questões de corrupção no estado. Fica parecendo que alguns atores políticos recebem um "PF" pela atuação por interesses da direita local.

PF = por fora. Prática muito comum nas modernas gestões empresariais e visa burlar a lei, pagando menos impostos trabalhistas e melhorando a "gestão". PGQP!!!!

Ou José Cairoli está mentindo, ou Yeda crusius, pois no discurso tucano é como se vivêssemos em Pasárgada.Basta cruzarmos o Mampituba, chegando ao verdadeiro Brasil, para constatarmos que estamos abaixo do cu de cachorro!

Se continuarmos neste caminho torto, restará pouco tempo para nos tornarmos Patrimônio da Unesco, como a Pasárgada lá da antiga Pérsia!

Vou-me embora pra Pasárgada
Lá sou amigo do rei
Lá tenho a mulher que eu quero
Na cama que escolherei


Vou-me embora pra Pasárgada
Vou-me embora pra Pasárgada
Aqui eu não sou feliz
Lá a existência é uma aventura

De tal modo inconseqüente
Que Joana a Louca de Espanha
Rainha e falsa demente
Vem a ser contraparente
Da nora que nunca tive



E como farei ginástica
Andarei de bicicleta
Montarei em burro brabo
Subirei no pau-de-sebo
Tomarei banhos de mar!
E quando estiver cansado
Deito na beira do rio
Mando chamar a mãe-d'água
Pra me contar as histórias
Que no tempo de eu menino
Rosa vinha me contar
Vou-me embora pra Pasárgada



Em Pasárgada tem tudo
É outra civilização
Tem um processo seguro
De impedir a concepção
Tem telefone automático
Tem alcalóide à vontade
Tem prostitutas bonitas
Para a gente namorar



E quando eu estiver mais triste
Mas triste de não ter jeito
Quando de noite me der
Vontade de me matar
— Lá sou amigo do rei —
Terei a mulher que eu quero
Na cama que escolherei
Vou-me embora pra Pasárgada.


Manuel Bandeira

Um comentário:

JÚLIO CÉSAR SCHMITT GARCIA disse...

Boa postagem, Cássio. E, ainda mais, com esse Poema do Bandeira, dos meus preferidos. Parabéns. Valeu!
Abração!