21 de out de 2009

Sobre o arquivamento do "Impedimento" da desgovernadora!

Perfeito, não se esperava outra coisa desta corja de cúmplices desta putaria, e esta é a palavra.
Este é o mérito de Yeda Crusius: aflorar o instinto de competitividade, leia-se carnificina, olho grande e ganância entre os ladrões que roubaram nosso dinheiro para benefício próprio e para se perpetuarem no poder. Sob a tutela de deputados da base aliada, jornalistas canalhas e empresários obsequiosos e mudos.

Mas fico feliz; Yeda Crusius e esta corja da direita guasca irão sangrar até o último bilionésimo de segundo de seu lamentável mandato.

E nós, teremos que aprender definitivamente a votar!



Um comentário:

Popular disse...

Poxa, nós não temos que aprender a votar não, nós temos é que aprender que essa política não tem mais jeito e a exemplo dos zapatistas, começar a pensar e a praticar outra política, com outro sentido, organizada de forma diferente e apara além da representação. O problema não é apenas os individuos que nela estão, mas a própria dinâmica, as próprias relações institucionalizadas da política partidária. Isso é um velho esquema que teima em não morrer. Enquanto não aprendermos a nos organizarmos, nós cidadãos comuns, em cada local em que vivemos nosso dia a dia, podemos ficar sempre nessa de "aprender a votar" que nunca veremos uma mudança significativa na sociedade. É só olharmos para trás e para o presente. Vejamos muitos exemplos que vêm ocorrendo na américa latina.